0 Item
(41) 3023-0800

PERIODONTISTA EM CURITIBA – TRATAMENTO DE PERDA ÓSSEOS EM DENTES

Curto vídeo descrevendo como deve ser o tratamento de defeitos ósseos verticais em periodontia. (acesse: PERIODONTIA)

Por que regeneração periodontal? (TRATAMENTO DE DEFEITOS ÓSSEOS VERTICAIS)
Ajudar pacientes que sofrem de periodontite a obter e manter a saúde oral, a funcionalidade e a estética dos dentes é o objetivo de cada dentista. Para viabilizar esse objetivo, foram desenvolvidas várias abordagens terapêuticas para os diferentes raus de gravidade da periodontite. Os biomateriais têm ganhado importância no tratamento da doença periodontal, tornando-se uma parte integrante de muitos protocolos. Biomateriais cuidadosamente selecionados e usados em protocolos de tratamentos comprovados podem conter a progressão da doença periodontal e contribuir para uma regeneração do tecido duro e mole.1,2 Preservação DO dente ou implante? Os dentes são para toda a vida, a não ser que estejam afetados por doença oral ou sofram intervenções. Portanto, um número grande de dentes mantidos pode ser um indicador de um comportamento positivo da saúde bucal durante toda a vida. A vida de um dente depende amplamente do status da saúde do periodonto, da polpa ou da região periapical e da extensão de restaurações.3 Múltiplos riscos devem ser considerados em uma avaliação crítica do valor de um dente. A escolha entre regeneração periodontal para dar suporte a preservação do dente, extração do dente tem sido uma das decisões mais complexas e discutíveis na prática clínica cotidiana.4 Fazer um prognóstico questionável – na qual o dente exige tratamento avançado para preservar – ou um prognóstico desfavorável no qual o ente precisa ser extraído o mais depressa possível, é uma situação delicada. A decisão tem consequências importantes tanto para o planejamento do tratamento como para a vida do paciente. Assim, tem-se argumentado que dentes comprometidos periodontalmente devem ser tratados o mais rápido possível, devendo ser extraídos somente quando deixa de ser possível um tratamento periodontal e endodôntico.4, 5 Independentemente de preservar ou extrair o dente, é necessário usar recentemente biomateriais para se alcançar os objetivos terapêuticos individuais. Alguns critérios para classificação do prognóstico de dentes afetados periodontalmente encontram-se na Tabela 1.6-8 Tabela 1.

Prognóstico (TRATAMENTO DE DEFEITOS ÓSSEOS VERTICAIS)

Prognóstico de dentes afetados periodontalmente: Para uma classificação, é necessário que pelo menos um parâmetro (ou seja, dois para dentes perdidos) esteja comprido.6-8 Bom Questionável Perdido > dentes com < 50% de perda óssea > dentes com 50-75% de perda óssea u > 6–8 mm PB ou > defeito de furca classe 2 ou > defeito angular > dentes com > 75-75% de perda óssea ou > mais de 8mm PB ou > defeito de furca classe 3 ou > mobilidade classe 3 ou > dentes com pelo menos 2 características da categoria questionável O presente conceito de tratamento descreve as técnicas comprovadas da Regeneração Óssea Guiada (ROG) e Regeneração Tecidual Guiada (RTG) para um tratamento bem sucedido de defeitos periodontais comuns. Ele oferece vidência científica e apresenta casos clínicos passo-a-passo, demonstrando resultados favoráveis estáveis. Este guia é destinado a profissionais e apresenta opções de tratamento confiáveis com biomateriais de alta qualidade. O objetivo é presentar as técnicas e ferramentas usadas na regeneração de tecido oral, visando conseguir um tratamento otimizado e uma maior satisfação de pacientes a longo prazo.2 4 Tratamento regenerativo Tratamento regenerativo: atacando a raiz do problema Bom – questionável – Perdido … e agora? uma fase higiênica não cirúrgica inicial é muito importante antes de se iniciar um tratamento regenerativo. Isso pode incluir a educação do paciente sobre higiene oral, raspagem e aplanamento radicular, terapêutica antibacteriana e a remoção de fatores retentivos de placa – tudo visando aprimorar uma boa resposta do tecido eliminando a infecção e atenuando a infl amação. Não sendo possível prevenir a perda óssea mediante esses métodos, o próximo tratamento recomendado é uma terapia cirúrgica ou até regenerativa para dentes comprometidos periodontalmente (Figura 2).9-11 Em casos de dúvida, é possível optar por um tratamento regenerativo à extração do dente. Isso e deve ao fato de a extração de dentes afetados por periodontite não resolver os problemas subjacentes relacionados ao hospedeiro e que contribuem para a doença. Além do mais, aos dentes comprometidos periodontalmente, mas tratados, se atribuem índices de sobrevivência iguais aos índices de sobrevivência de implantes em pacientes bem tratados.12 um número crescente de evidências indicam que a regeneração periodontal pode resultar em uma retenção a longo prazo de dentes que apresentam originalmente alvéolos profundos associados a defeitos intra-ósseos.12-15 um ensaio clínico randomizado de longo prazo em 50 pacientes comparando a regeneração periodontal com a extração e substituição protética de dentes perdidos mostrou que uma terapia regenerativa possibilita a manutenção em 92% de dentes considerados perdidos, previstos para extração.7 Os dentes mantidos revelaram parâmetros periodontais clinicamente estáveis, conforto e função para um período de 5 anos.

Source: https://www.geistlich.com.br/pt/

PERIODONTISTA EM CURITIBA – TRATAMENTO DE PERDA ÓSSEOS EM DENTES

 

WhatsApp chat