Instituto Ricardo Gapski | Periodontia Curitiba

fone-ricardo-gapsk-completoi      whatsapp-ricardo-gapsk-completoi

PERIODONTIA – CURITIBA – TÉCNICA PARA RECESSÃO GENGIVAL

PERIODONTIA – CURITIBA – TÉCNICA PARA RECESSÃO GENGIVAL (Periodontia e Implantodontia)

Incisões relaxantes verticais Para evitar recessão gengival pós-operatório, as incisões relaxantes verticais sempre devem ser feitas no ângulo da linha dos dentes adjacentes ao local cirúrgico. Elas não devem atravessar as papilas interdentais ou ser feitas na parte mais proeminente da eminencia da raiz. A incisão deve ser feita perpendicular a margem gengival, para garantir que as margens do retalho não sejam biseladas. Incisões apicalmente direcionadas precisam ser estendidas
além da junção mucogengival para estabelecer a mobilidade adequada do retalho para reposicionamento. Esse tipo de técnica de incisão reduz significativa a tensão nos vasos sanguíneos que suprem um retalho deslocado. Incisões verticais são utilizadas para melhorar a visibilidade do campo cirúrgico, facilitar o reposicionamento do retalho e acessar estruturas localizadas em uma posição mais apical. (Zuhr et al., 2012).

Incisões sulculares
Incisões sulculares deixam o tecido mole marginal totalmente intacto. Para fazer uma incisão sulcular, o cirurgião insere a lâmina no sulco e a guia apicalmente em direção ao osso alveolar enquanto mantém contato com o dente ou a superfície da raiz. Todo o tecido gengival disponível é incorporado no retalho sem danificar a margem gengival (Zuhr et al., 2012 ) As incisões sulculares podem não envolver as papilas interdentais, com em caso de exodontia sem elevação de retalho e em técnicas específicas de recobrimento radicular (Joly et al., 2010).

Incisões relaxantes
As incisões relaxantes são incisões verticais e horizontais feitas adicionalmente ao longo da margem mesial ou distal do retalho. Frequentemente, elas são ecessárias para se obter melhor visão do campo cirúrgico, fechamento da ferida sem tensão e para facilitar o reposicionamento do retalho. Invariavelmente, o uso de incisões relaxantes aumenta a área de superfície do local cirúrgico e da ferida. (Zuhr et al., 2012). As incisões devem ser posicionadas de modo que, sendo o retalho desenhado um polígono; para que este tenha sua base maior que sua margem livre, mantendo assim perfusão e evitando necrose do retalho por falta de vascularização (Ellis et al., 2005)

Incisões relaxantes horizontais
Uma incisão relaxante horizontal é basicamente uma continuação lateral de uma incisão horizontal feita ao longo da margem gengival. A extensão mesial ou distal do retalho melhora a visibilidade do campo cirúrgico e aumenta ligeiramente a mobilidade do retalho. Uma vantagem das incisões relaxantes horizontais é que elas podem eliminar a necessidade de incisões relaxantes verticais (Zuhr et al., 2012). Paciente NVP, leucoderma, ASA2, procurou a clinica para realizar tratamento odontológico, foi confeccionado prótese total provisória e instalação de 5 implantes na mandíbula. De acordo com o planejamento foi realizado incisão relaxante horizontal de ângulo aberto, essa incisão permiti melhor visibilidade da área e ajuda a suprir o fluxo sanguíneo, permitindo mobilização do retalho, e eliminando a necessidade de incisões relaxantes verticais que poderiam lesar estruturas como nervo mentual.

Fonte: AQUI

PERIODONTIA – CURITIBA – TÉCNICA PARA RECESSÃO GENGIVAL

 

WhatsApp chat